Imagem capa - Espetáculo Pró Nômades por Versos Fotografia
Espetáculos

Espetáculo Pró Nômades


Belíssimo espetáculo, realizado no dia 30 de setembro, no Centro Cultural UFG, em Goiânia, com o intuito de arrecadar verba para custear a viagem do Nômades Grupo de Dança, que irá se apresentar no Festival Vortex, na França, com o espetáculo Beladona.

O Nômades Grupo de Dança, fundado em 2002, por Cristiane Santos, atua como grupo independente e já se apresentou em diversos estados brasileiros e também em festivais internacionais, e nesse ano foi convidado a se apresentar no Festival Internacional de Dança Vortex, na França, mas como um grupo independente,  precisa de nosso apoio para chegar até lá. Para isso está sendo realizada uma vaquinha virtual, através do Cartase, e, de forma colaborativa, alguns eventos com o intuito de conseguir arrecadar os recursos necessários.  
Tivemos a honra de participar, e contribuir com o nosso olhar, no Evento Pró Nômades, no ultimo sábado. Foi prazeroso e emocionante ver a união e dedicação de todos os envolvidos nesse espetáculo, realizado pelo Projeto Investiga.


Foram diversos grupos apresentando trechos de belíssimos espetáculos, que já deixo a dica que vale a pena conferir individualmente o quanto antes.
Bbboy Black, Coletivo PlanoP, Grupo Contemporâneo de Dança, Mega Break Cia Crew, Popping Dangers, DasLos Dança, William Lima, Bacae Dança, Renata Paolucci,  e Nalini Cia de Dança, que fechou a noite de forma leve e intrigante.


Confiram as fotos e um pouco mais sobre cada apresentação:



Bbboy Black, com uma apresentação que nos faz refletir sobre nossa  ancestralidade.










Coletivo PlanoP, com uma explosão de sentimentos modernos.










Grupo Contemporâneo de Dança, com um trecho do espetáculo Cartas de Frida, afinal, somos todas Fridas










Mega Break Crew, com uma impactante coreografia, que nos deixa sem fôlego ao questionar os nossos medos mais profundos.  










Popping Dangers, com a coreografia Puppets, você já imaginou os que acontece na madrugada dentro de uma loja de brinquedos? Pois é, os dançarinos Liloo e Zaf PK Popper, vem nos contar.  










DasLos Dança, com uma coreografia intensa sobre o rompimento do amor, quando insistimos em nos manter, pelos laços e desejos, que se misturam em perturbação e, até mesmo, humilhação.










William Lima, que foi sem duvida de aplaudir de pé, simbólico e com uma força visceral, foi uma reflexão se, nesse mundo de migalhas, estamos mesmo preparados para o que de fato é belo e necessário.  










Bacae Dança, com um trecho do espetáculo Eco.
 “O Eco é um espetáculo de dança inspirado na Alegoria da Caverna de Platão. Concebido pelo bailarino e coreógrafo João Paulo Amorim, o espetáculo revela as contradições e reflexões do jovem do séc. XXI, onde os ecos que emanam de uma vida festeira em baladas, se revoluteiam de uma espécime de caverna. Assim, a montagem coreográfica do espetáculo busca por meio da dança e da performance, representar como esse indivíduo reflete e se amadurece com o eco que vem dessa caverna de vaidades.”

Fonte: Facebook












Renata Paolucci, dominou o palco e encantou a todos com um poderoso Flamenco.










Nalini Cia de Dança, trio que faz parte do espetáculo Anarthas, que começa como uma bossa, com movimentos leves. A coreografia provoca e garante boas risadas ao publico.  








O evento contou ainda, com o apoio de diversos colaboradores: Chocolate fotografia, Centro Cultural UFG, Paulo Caetano, Renata Caetano, Milena Nonimato (TV UFG), Renato (O popular), Instituto Bacae,  João Moreno e nós.

Cláudia Fernandez